2 de julho de 2024

Nos primeiros seis meses de 2024, o Brasil registrou quase 36 mil focos de incêndios florestais – 53% a mais do que no mesmo período de 2023. O número mais alto para um primeiro semestre em uma década. A Amazônia e o Cerrado responderam por três em cada quatro focos identificados por satélites.

Os incêndios estão prejudicando uma das principais atividades econômicas do Pantanal: o ecoturismo.

Às margens do Rio Paraguai, em Corumbá, Luceni Aparecida Alves torce pela volta dos visitantes, afastados pelo fogo.

“Muitas vezes tivemos que mudar nosso roteiro. Se era para descer o rio, nós tivemos que inverter e subir o rio, porque com a fumaça, além das pessoas passarem mal, fica difícil fazer fotos e também os animais que não vão estar ali naquele momento”, diz a dona de um barco.

No Porto da Manga, uma pousada teve que fechar as portas.

“Fica inviável atender as pessoas. É difícil respirar, a sujeira e a fuligem. O impacto é muito grande. Um prejuízo razoável de mais de R$ 100 mil”, relata o dono da pousada, Adenilson Neves.

Os poucos turistas que ainda passeiam pela região ficam impressionados com o cenário.

“Como a estrada é bem longa de chão, a gente ficou com medo de pegar um fogo no meio do caminho. Conversando com alguns amigos, é triste eles falarem que já esteve muito mais bonito e as queimadas estão sendo frequentes. Como é a primeira vez, a gente não sabe, mas eu espero que chova”, comenta o empresário, Adalberto Penaio Júnior.

Por Jornal Nacional

Postado por Blog Cardoso Silva
Categorias: Brasil
Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga nossas Redes Sociais
O que você procura?
Previsão para Caicó/RN
16/07 Ter
Máxima.: 35°c
Minima.: 21 °c
Chuva: 0mm
Probabilidade: 0%
Sol com algumas nuvens. Não chove.
União Play
Publicidade