26 de outubro de 2014
jj

José dos Santos votando no Centro de Montes Claros neste domingo (26) (Foto: Michelly Oda / G1)

Era antes das 6h quando José dos Santos acordou. A ansiedade fez com que a noite, que antecedeu o dia 26, véspera das eleições, se tornasse longa. A data estava sendo aguardada com certa impaciência pelo aposentado de 105 anos, que nasceu em Catulé (BA) e mora em Montes Claros (MG). Desde que adquiriu o direito ao voto, Seu Zezinho, como é conhecido, fala que “nunca falhou uma eleição”, tudo isso porque ele diz que “é brasileiro e quer o bem da nação”.

Ao longo do tempo, José dos Santos conta que presenciou muitas mudanças no processo eleitoral brasileiro. Fala que na época dele “o voto era no papel e na carabina”.

“A gente se reunia com os homens de capa preta, debaixo da capa havia uma carabina e um saco de balas. Era o voto chamado de cabresto, hoje não, o sujeito tem o querer para poder votar, antes não havia isso.”

RTEC

fao4

Postado por Blog Cardoso Silva
Categorias: Brasil, Eleições 2014
Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga nossas Redes Sociais
O que você procura?
Previsão para Caicó/RN
16/07 Ter
Máxima.: 34°c
Minima.: 22 °c
Chuva: 0mm
Probabilidade: 0%
Sol com algumas nuvens. Não chove.
União Play
Publicidade