3 de outubro de 2014

fff

Católicos do Rio Grande do Norte recordam, hoje, feriado estadual, o massacre dos Mártires de Cunhaú e Uruaçu, mortos por holandeses no ano de 1645, por não aceitarem a imposição da religião protestante calvinista. As celebrações eucarísticas começam a partir das 7h, no Monumento dos Mártires, em São Gonçalo do Amarante.

Em maio de 2000, o papa João Paulo II beatificou os mártires de Cunhaú e Uruaçu como exemplos de fé cristã e defensores da Igreja Católica. Naquele ano, o Governo do Estado, em resposta à uma solicitação da Arquidiocese de Natal, decretou o feriado de 3 de outubro.

A data é simbólica. Foi no dia 3 de outubro de 1645, que 79 religiosos foram assassinados em Uruaçu. Dois meses antes, no dia 16 de julho, enquanto participavam de uma missa, 69 católicos foram massacrados em Cunhaú. “Os mártires foram escolhidos como padroeiros do Rio Grande do Norte devido à importância do fato. Eles foram os primeiros mártires do Brasil, por isso o nome protomártires”, explica Pe. Antônio Murilo de Paiva, capelão dos mártires.

Os católicos, segundo o padre, veem os mártires como exemplo de fé e devoção. “Os mártires se assemelharam a Jesus Cristo quando decidiram morrer em nome da fé. Não há prova de amor maior que essa”, diz Pe. Murilo. “No caso dos mártires de Cunhaú e Uruaçu, em um país de milhões de católicos como o Brasil, não havia santos ou pessoas que fossem espelhos da fé que move tantos fiéis por este país afora.

REDE SERIDOAA

BRITADOR SERIDÓ

 

Postado por Blog Cardoso Silva
Categorias: Religião, RN
FAO
Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga nossas Redes Sociais
O que você procura?
Previsão para Caicó/RN
18/05 Sáb
Máxima.: 33°c
Minima.: 23 °c
Chuva: 5mm
Probabilidade: 80%
Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
União Play
Publicidade