4 de julho de 2014

bb

O recadastramento das famílias  a serem indenizadas e o prejuízo com a paralisação das obras, vai provocar um aditivo no orçamento geral das obras da Barragem de Oiticica. Com informações defasadas, de 2006, os cadastros precisaram ser refeitos no ano de 2013 e foram concluídos há alguns dias. Hoje, o secretário adjunto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), Luciano Cavalcanti Xavier, deverá apresentar a nova proposta de preço ao Ministério da Integração, detentor de maior parte do recurso para a obra. O titular da pasta preferiu não informar o valor do aditivo antes da reunião.

No total são 998 imóveis para  desapropriação. Da área rural – que abrange terrenos entre os municípios de Caicó, São Fernando e Jardim de Piranhas – 357 laudos foram finalizados, enumerando 773 imóveis para indenizações. Da área urbana, em Barra de Santana, são 266 imóveis para relocação. Destes, 225 são famílias cadastradas – 188 vão ser relocadas, 20 pediram indenização, e o restante são prédios comerciais.

Cronograma
Pelo cronograma da Semarh está previsto o pagamento de 140 laudos por mês, do mês de junho até novembro deste ano. O mês passado finalizou com apenas 52 laudos negociados, que beneficiam 81 famílias. Mesmo assim, o cronograma está mantido. “Conseguiremos diluir o quantitativo não feito em junho durante os próximos meses”, assegura Francisco Sales, Procurador Geral do Estado, que está responsável pelas negociações, enquanto a Semarh se responsabiliza pelos pagamentos.

Postado por Blog Cardoso Silva
Categorias: Seridó
Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga nossas Redes Sociais
O que você procura?
Previsão para Caicó/RN
18/05 Sáb
Máxima.: 33°c
Minima.: 23 °c
Chuva: 5mm
Probabilidade: 80%
Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
União Play
Publicidade