7 de julho de 2024

A Polícia Federal desarticulou uma organização criminosa que produzia e comercializava cédulas falsas de reais. A PF estima que a quadrilha tenha sido responsável pela fabricação de cerca de 50% das notas de reais falsas em circulação no Brasil.

O laboratório fabricou mais de R$ 30 milhões em notas falsas. Em Itanhaém, uma grande quantidade de maquinário e de papel-moeda falso pronto para venda foram encontrados. Segundo as investigações, foram apreendidos aproximadamente R$ 10 milhões em notas falsas.

A quadrilha mudava o endereço para dificultar o trabalho policial mas, ao rastrear o dinheiro, a PF chegou até a fábrica clandestina.

Durante a ação, quatro mandados de busca e apreensão foram cumpridos na cidade de Itanhaém, litoral sul de São Paulo. A operação, de nome Oris, aconteceu nesta sexta-feira (5).  O nome da operação vem da palavra “fonte” em latim.

Ainda, no município, foi apreendido grande parte do maquinário usado na fabricação das cédulas, bem como expressivo volume de papel-moeda falso pronto para ser vendido.

Com relação aos chefes da organização criminosa investigada, eles foram presos em flagrante.

Com informações de CNN e g1

Postado por Blog Cardoso Silva
Categorias: Brasil, Policial
FAO
Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga nossas Redes Sociais
O que você procura?
Previsão para Caicó/RN
16/07 Ter
Máxima.: 34°c
Minima.: 22 °c
Chuva: 0mm
Probabilidade: 0%
Sol com algumas nuvens. Não chove.
União Play
Publicidade