11 de abril de 2014

LU..

O julgamento de Laílson Lopes, acusado de ser um dos autores intelectuais da morte do radialista F Gomes, segue noite a dentro. Quinze testemunhas de acusação e defesa já se revesaram no local onde são prestados os depoimentos dentro do Salão do Júri Siloé Capuxu em Caicó. Laílson está preso desde início de 2013 e era pra ter sido julgado em agosto do ano passado, junto com o autor dos disparos que mataram F Gomes, o homicida confesso, Dão, condenado a 27 anos de prisão em regime fechado. A advogada de Laílson, à época, desistiu da defesa e o júri do Gordo da Rodoviária, como é conhecido, foi adiado, ocorrendo finalmente neste dia 10 de abril.

Quem prestou ontem seu depoimentofoi a esposa do réu, a radialista Lucineide Medeiros. Ela disse que está casada com Laílson Lopes há 18 anos. Disse que o esposo era uma pessoa boa, prestativa e companheira, mas, como marido, o único defeito era ser mulherengo. Disse ainda que na época da morte eles estavam separados. Lucineide também falou de uma divida que o Gordo tinha com a Caixa, o que acarretou na venda da casa deles. “Após a venda, começou uma boataria de que o negócio teria sido feito para que Laíson pudesse fugir, mas não era verdade”, destacou a radialista. Sobre os rumores de que teria caso com F Gomes, Lucineide disse que era mentira.
NOITE DO CRIMENa noite do ocorrido, Lucineide afirma que estava em casa e disse que falou com Laílson. Depois que soube da morte de F Gomes, Lailson foi até a casa onde ela se encontrava  e perguntou se a esposa gostaria que ele a acompanhasse ao velório de F Gomes, mas ela recusou. Ela disse também que se considera uma das maiores vitimas, depois de F Gomes.Respondendo uma pergunta feita pelo promotor Geraldo Rufino, Lucineide confidenciou que Laílson chegou a comentar  com ela de ter ouvido fofocas sobre suposta infidelidade esposa de F Gomes.Reiterou também que F Gomes era bom marido, bom pai, bom amigo e bom filho e que desconhecia ameaças ao radialista por conta do seu trabalho no rádio. via v&c

Em certo trecho do seu depoimento a radialista se emocionou e afirmou sentir muita falta de F Gomes, mas guarda uma mágoa da mãe do radialista que teria falado  mal dela em um programa de rádio.

Por fim, enfatizou não saber nada sobre o envolvimento de Laílson na morte de F Gomes, além do que toda a imprensa sabe e divulga. v&c

mare
Postado por Blog Cardoso Silva
Categorias: Caicó
FAO
Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga nossas Redes Sociais
O que você procura?
Previsão para Caicó/RN
24/05 Sex
Máxima.: 34°c
Minima.: 23 °c
Chuva: 5mm
Probabilidade: 90%
Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
União Play
Publicidade