9 de junho de 2024

A governadora Fátima Bezerra participou da abertura do Encontro das Distribuidoras de Gás Natural do Nordeste e do Comitê de Petróleo e Gás do Consórcio Nordeste. O evento discutiu questões relacionadas à industrialização do Nordeste a partir do uso do gás natural, exploração da Margem Equatorial e a transição energética segura.

Na abertura do encontro, que aconteceu a sexta-feira (07) em Natal, Fátima Bezerra falou da importância do planejamento estratégico envolvendo a representação das distribuidoras de gás e o Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste.

“A câmara técnica de gás e petróleo do Consórcio Nordeste desempenha um papel fundamental para aglutinar os projetos de desenvolvimento e iniciativas estratégicas. Transformaremos os resultados das nossas discussões em ações concretas que visam o crescimento econômico e social dos estados nordestinos”, pontuou a governadora.

Durante os dois dias de evento, as representantes das distribuidoras nordestinas também abordaram questões voltadas para a interiorização da distribuição do gás e a contribuição das distribuidoras para a transição energética no país.

“A industrialização do Nordeste está integrada ao contexto da interiorização do gás. Além disso, temos ainda essa nova fronteira energética, que é a Margem Equatorial, que, sem dúvida, terá um papel estratégico importante para o desenvolvimento na nossa região”, ressaltou Fátima.

Segundo Marina Melo, presidente da Companhia de Gás do Rio Grande do Norte (Potigás), a agenda de discussões também é pautada pela ampliação da malha de transporte de gás natural em todo o Nordeste.

“Todos os anos a gente reúne os presidentes das concessionárias de gás. Primeiro, fazíamos essas reuniões pelo intercâmbio e pela necessidade de troca de informações que temos em comum, mas, com o tempo, após a criação do Consórcio Nordeste, vimos uma oportunidade de nos unir ainda mais. Através do consórcio, conseguimos organizar e avançar nas nossas pautas”, detalhou a presidente da Potigás.

Segundo Giles Carriconde Azevedo, subsecretário do Consórcio Nordeste, o gás natural tem um papel fundamental para o desenvolvimento do país e para atender às necessidades energéticas das indústrias nordestinas.

“O gás natural ainda terá um papel relevante para a indústria. Há um longo caminho a percorrer. É fundamental que tenhamos uma articulação mais forte para inserir o gás nas políticas públicas. É um combustível importante para atender às necessidades energéticas médias”, encerrou.

O evento teve a presença das representações das Distribuidoras de Gás Natural do Nordeste, do Consórcio Nordeste, além do secretário de Desenvolvimento Econômico, Sílvio Torquato, e do adjunto da pasta, Hugo Fonseca. Também participaram o diretor-presidente da holding Mitsui Gás, Tadaharu Shiroyama, e o superintendente do Banco do Nordeste no Rio Grande do Norte, Jeová Lins de Sá.

Postado por Blog Cardoso Silva
Categorias: Governo do RN, RN
FAO
Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Siga nossas Redes Sociais
O que você procura?
Previsão para Caicó/RN
19/06 Qua
Máxima.: 33°c
Minima.: 22 °c
Chuva: 0mm
Probabilidade: 0%
Dia de sol com algumas nuvens e névoa ao amanhecer. Noite com poucas nuvens.
União Play
Publicidade